Policial Militar aposentado é acusado de tentar matar ex-mulher em Ourinhos


Um crime bárbaro ocorrido na madrugada deste sábado (12), por volta das 04h40min, e que teria sido cometido pelo policial militar aposentado Wellington A. da Silva (49), conhecido na cidade como Wellington da ADAO (Associação de Defesa dos Animais de Ourinhos) e ex-candidato a vereador nas eleições de 2016.

Testemunhas relataram em redes sociais que Wellington não se conformava com o fim do relacionamento com sua ex-esposa Josiane Cristina Calistro (37), que também era muito conhecida na cidade por ser proprietária de um food truck chamado "Japinhas Lanches".

Segundo informações preliminares, a vítima estaria em uma lanchonete acompanhada de um amigo, quando Wellington os encontrou. Ao sair do estabelecimento em companhia do amigo, a vítima que dirigia seu veículo VW/Gol, de cor vermelha, foi seguida por Wellington, e na esquina do estabelecimento, na rua Vitório Christoni, defronte a guarita da Escola SENAI, teria fechado o carro da vítima, descendo do veículo e iniciando uma discussão, momento em que sacou da uma arma (um revólver calibre 38) efetuando 03 disparos a queima roupa. 

A vítima foi atingida por dois, dos três disparos, sendo que um atingiu o pescoço, outro o ombro e que acabou saindo pela cabeça. Um terceiro disparo atingiu a porta do passageiro, transfixando-a.

Mesmo após ser atingida duas vezes, a vítima ainda conseguiu ligar o carro, no entanto, diante das lesões e da perda de sangue, acabou desmaiando logo em seguida, colidindo seu veículo num poste. O amigo que acompanhava a vítima em choque teria saído correndo e buscado por socorro na UPA - Unidade de Pronto Atendimento que fica a poucos metros do local, e uma viatura do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ofereceu os primeiros socorros, encaminhando a vítima para a Santa Casa de Ourinhos.

O atirador tomou rumo ignorado e a Polícia Militar foi acionada que saiu em busca de Wellington, e tomou nas medidas necessárias à preservação do local do crime até a chegada do Delegado, que imediatamente requisitou a realização de perícia técnica.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Santa Casa de Ourinhos às 13:05, em virtude de boatos em redes sociais que davam conta do suposto óbito da vítima e o hospital negou tal informação. Segundo informaram, o quadro da paciente é grave, mas permanece sob cuidados na UTI - Unidade de Terapia Intensiva.

ATUALIZAÇÃO SEGUNDA-FEIRA (14/08)



JOSIANE VEIO A ÓBITO  


A comerciante Josiane Calixtro, baleada na madrugada deste sábado (12), não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada deste domingo (13), a família optou pela doação de córneas. O corpo foi velado no Velório da Funerária São Benedito e o enterro ocorreu às 9:00 horas desta segunda-feira (14) no Cemitério Municipal de Ourinhos.


WELLINGTON SE ENTREGA À POLÍCIA

O policial militar aposentado, Welligton Silva, que atirou em Josiane e estava foragido, se entregou na CPJ de Ourinhos (Central de Polícia Judiciária) acompanhado de seu advogado, no início tarde deste domingo. Wellington passou por exame de corpo delito e foi levado pela Escolta da Polícia Militar ao Presídio Romão Gomes na capital paulista onde permanecerá preso á disposição da justiça. O crime foi registrado como feminicídio.


DA REDAÇÃO

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.