Peça "Amor, Mar e Fúria" tem apresentação transferida para esta sexta-feira

Foto: Divulgação


Devido às fortes chuvas da última sexta-feira (19), a apresentação da peça musical “Amor, Mar e Fúria” que ocorreria no Ginásio Monstrinho foi transferida para esta sexta-feira (26), no mesmo local, às 20:00 horas. 


A carreta-palco de 15 metros de comprimento por 12 metros de altura será colocada no Ginásio Municipal de Esportes "José Maria Paschoalick" (Monstrinho). O espetáculo tem duração de uma hora, é livre, gratuito e para assisti-lo basta o público comparecer levando as próprias cadeiras. 

Patrocinado, via Lei Rouanet, pela Rio Paranapanema Energia, uma subsidiária do Grupo CTG no Brasil, o musical reúne as linguagens do teatro, dança, música e circo para contar a história de amor entre um capitão de navio e uma princesa, e os muitos percalços por que passa esse romance. São oito atores-cantores, dois artistas circenses e uma banda musical, ao vivo, encantando o público. A carreta-palco é dotada de cenário hidráulico – um barco em tamanho real, com movimentação e palcos laterais giratórios, além de iluminação e sonorização. 

“O Teatro de Tábuas é a maior companhia de teatro itinerante do país com espetáculos de grande magnitude, a céu aberto. Nossa proposta é democratizar a arte: levar grandes estruturas a pequenas e médias cidades, proporcionando o acesso a essas comunidades”, expõe o produtor da companhia, Peterson Ricardo. 

A PEÇA 

A história de amor entre o capitão de navio de bandeira duvidosa e a formosa princesa é cheia de obstáculos. Para o rei consentir no casamento, o pretendente precisa cumprir três requisitos: provar a idoneidade de seus negócios, dar um dote significativo à coroa e apresentar uma prova irrefutável de amor à princesa. O desdobramento é uma sequência de hilárias tentativas de cumprir o pacto, mas o capitão não se dá por vencido e utiliza de todos os meios para conseguir a mão da princesa. 

“O espetáculo versa sobre importantes temas da sociedade moderna, como amor, ódio, mentira, política e corrupção. Mas o foco principal está, logicamente, no amor. Será que vale a pena tanto esforço? Será que a trama tem um final feliz? Convidamos o público a navegar com a gente”, incentiva o produtor de “Amor, Mar e Fúria” 


DA REDAÇÃO

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.