Hidrelétrica de Salto Grande completa 59 anos


Vinte e oito de abril de 1958, data de inauguração da hidrelétrica Salto Grande, é um marco para o setor elétrico brasileiro. O Brasil crescia, se industrializava e a demanda por energia era crescente. Nesse cenário, a escassez era uma barreira ao desenvolvimento, e os vastos recursos hídricos, uma solução. Assim, as usinas passaram a ser vetores do crescimento econômico e o Paranapanema, com seus 930 quilômetros de extensão e um desnível próximo dos 600 metros, tinha a vocação de mover turbinas e alavancar o progresso.

Localizada entre Salto Grande (SP) e Cambará (PR), Salto Grande foi a primeira usina construída pelo governo paulista e um projeto de grande repercussão nacional. Sua inauguração, há 59 anos, se deu com a presença do governador do Estado de São Paulo, Jânio Quadros, e do presidente da República, Juscelino Kubitschek, o que demonstra sua importância à época.

Pioneiro, o empreendimento possui grande valor histórico por ter participado do início da nacionalização da tecnologia hidrelétrica no Brasil e também porque suas obras e posterior operação contribuíram para o desenvolvimento local, atraindo indústrias de transformação e fomentando o transporte ferroviário.

O projeto de aproveitamento hidrelétrico do Paranapanema previa, além de Salto Grande, a construção das hidrelétricas Jurumirim, inaugurada em 1962, e Chavantes, inaugurada em 1970. O complexo hidrelétrico contemplava também a usina Capivara, que entrou em operação em 1977. Hoje são 11 hidrelétricas dispostas ao longo do rio, as oito maiores delas operadas pela Rio Paranapanema Energia, subsidiária do Grupo CTG no Brasil. A partir da usina Salto Grande, o Paranapanema cumpriria o seu destino de grande gerador de energia para o país.

Fonte: Assessoria Duke Energy

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.