PF investiga associação que oferecia bebês "brancos e saudáveis" na web

Objetivo da Policia Federal é combater o tráfico internacional de crianças, diz delegada
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Polícia Federal deflagrou a operação Fontana de Trevi nesta quinta-feira (16) para investigar uma associação, com sede em Palmas, que intermediava a adoção de crianças na internet. O objetivo é reprimir o tráfico internacional de crianças.

Policiais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão e seis de condução coercitiva, expedidos pela Justiça Federal, em Palmas. Os mandados também foram cumpridos em Ourinhos (SP).

Segundo a PF, as investigações iniciaram após os policiais apurarem a atividade da associação criminosa por meio de um site e de redes sociais. Na internet, ela se apresentava como instituição sem fins lucrativos que atuava na intermediação de adoção de crianças de origem estrangeira. O site foi tirado do ar pela polícia.

"Ela arregimentava famílias interessadas em adotar uma criança de origem europeia basicamente. Isso era o que se apresentava no site. As pessoas interessadas pagavam uma taxa para ter acesso aos dados da associação e ali começavam os trâmites no intuito de adotar", explicou a delegada Janaína Gadelha.

A delegada informou ainda que a associação oferecia "bebês brancos e com aparência saudável". "As crianças eram de países que não são signatários da convenção de Haia, de 1993, que são Rússia, Quirguistão e Líbano", explicou. A convenção está relacionada à Proteção das Crianças e à Cooperação em Matéria de Adoção Internacional.

O que também caracteriza a irregularidade dessa associação, segundo a polícia, é que não havia registro nos órgãos de fiscalização e controle relacionados a adoção.

COMBATE AO TRÁFICO

A polícia informou que a operação faz parte de um conjunto de ações realizadas pela PF para combater o tráfico de pessoas e o contrabando de migrantes. A ação denominada Operação Spartacus III ocorre em todo território nacional e em países da América Latina, durante todo o mês de junho.

A polícia informou que o nome da operação, Fontana de Trevi, faz alusão à lenda que envolve a Fonte dos desejos em Roma, na Itália, em que se sugere que os desejos daqueles que nela jogassem uma moeda se realizariam. Na investigação em curso, a instituição se dispunha a realizar o sonho da adoção daquelas famílias que a ela entregasse valores, como uma “fonte dos desejos”.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.