Morador de rua é acusado de tentar assassinar advogado no centro de Ourinhos

Fotos: Reprodução Facebook

Na manhã da última quinta-feira (05/05) o advogado ourinhense Dr. Fábio Candido Pereira foi brutalmente agredido a tijoladas por um morador de rua que é frequentemente visto pedindo esmolas nos cruzamentos das ruas do Expedicionário com 9 de Julho e Cardoso Ribeiro.


Segundo informações divulgadas no perfil pessoal da esposa da vítima na rede social facebook, postadas nesta segunda-feira (09/05), ela narra em detalhes os momentos de terror que foram protagonizados por seu marido na região central de Ourinhos na semana passada.

Conforme narra, a vítima deixou o carro para lavar em um lava rápido localizado nas proximidades do antigo Restaurante Al Faiati (atual Espetaria Sarau) e seguido pela Rua Antônio Carlos Mori com destino ao trabalho. Quando encontrava-se em frente ao escritório da CPFL (Companhia de Força e Luz) foi atingido violentamente por uma tijolada na cabeça, vindo a cair no chão, momento em que o acusado continuou a agredi-lo com chutes, socos e novamente pega outro tijolo e acerta mais uma vez a vítima.

As agressões só cessaram depois que motoristas que passavam pelo local começaram a gritar e buzinar fazendo com que o agressor fugisse. Sensibilizado com a situação, um senhor que passava pelo local levou a vítima até o hospital, onde foi atendida e passou por uma cirurgia de reparação no braço direito.

O morador de rua foi localizado por familiares do advogado e a polícia acionada, tendo ele sido conduzido até a Central de Polícia Judiciária, onde foi ouvido pelo delegado. Ele alegou que havia consumido crack e por isso não lembrava do ocorrido, em seguida foi liberado.

O caso está sob responsabilidade do delegado Dr. Pedro Alcântara, e segundo informou o Coordenador da Central de Polícia Judiciária, o delegado Dr. Reginaldo Ferreira de Campos o agressor não foi preso porque foi apresentado 24h após as agressões, saindo dessa forma do estado flagrante.

A Polícia Civil de Ourinhos instaurou um inquérito para apurar os fatos e tomar as medidas cabíveis. A OAB Subseção Ourinhos também acompanha o caso, tendo aberto procedimento pela Comissão de Prerrogativas e encaminhado pedido de acompanhamento à Comissão Regional da entidade, representada pelo advogado Dr. Fernando Alves de Moura, que levará ao conhecimento da Seccional São Paulo o resultado das investigações sobre o ocorrido e se a agressão guarda relação com o exercício profissional.


Câmeras de Segurança de um Estabelecimento Comercial captaram o momento da agressão




Veja o post da esposa do advogado na íntegra 



DA REDAÇÃO

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.