Bauru confirma primeiro caso de zika vírus em grávida

Foto: NCPR

A Secretaria de Saúde de Bauru (SP) confirmou nesta terça-feira (26) o primeiro caso de zika vírus registrado na cidade desde que a notificação da doença se tornou obrigatória, em 2015. Ainda de acordo com o secretário de Saúde, Fernando Monti, esse também é o primeiro caso autóctone - contraído na própria cidade - registrado em gestante no estado de São Paulo.

“Esse é primeiro caso de gestante que contraiu o zika em uma cidade do estado de São Paulo. Os sintomas duraram cerca de 10 dias e ela não apresentou febre, mas o resultado positivo para o zika foi confirmado no final da tarde de ontem [segunda-feira, 25]. A nossa preocupação é a asssociação do zika vírus com a microcefalia.”, afirma.

A Secretaria de Saúde do Estado informou que ainda não recebeu a notificação do caso de Bauru. De acordo com o órgão, o município tem até três meses para informar os casos. Segundo o último levantamento da secretaria, quatro casos de zika vírus foram confirmados no estado de SP entre 2015 e início deste ano e 18 casos de microcefalia relacionado ao vírus são suspeitos também neste período.

A informação da paciente, de 32 anos, com zika vírus foi confirmada em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira em Bauru, com a presença do secretário e do prefeito, Rodrigo Agostinho. Eles informaram também que a Secretaria de Saúde municipal vai intensificar os trabalhos na região onde a gestante mora, no bairro Pousada da Esperança, e também no local onde ela trabalha, no Alto da Cidade.

Ainda segundo as informações passadas pelo secretário, essa é a terceira gestação da vítima e ela está com 21 semanas. Ela procurou o atendimento médico no dia 27 de dezembro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Mary Dota.

“Ainda não foi identificada nenhuma alteração no bebê, mas a gestante vai ser acompanhada por uma equipe médica do ambulatório de gestação de alto de risco e também pelo centro de referência de moléstias infecciosas”, completa o secretário. Fernando Monti disse ainda que mais dois casos suspeitos em gestantes estão sendo investigados.

(clique para ampliar)


Fonte: G1

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.