Pacientes protestam em frente ao Fórum de Ourinhos pelo fornecimento de insulina.

(Foto: Renata Tiburcio)
Na última terça-feira (28/07), data em que ocorria inspeção pelo corregedor do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo no fórum de Ourinhos, ocorreu uma manifestação composta em sua maioria por pacientes que fazem acompanhamento de diabetes, em razão de estarem sem insulina há mais de três meses. O reuniu diversos pacientes assistidos pela Associação dos Diabéticos de Ourinhos (ADO) e com a presença do presidente da entidade Júlio Cezar Benatto.

Desde que a foi informada a suspensão no fornecimento da medicação pelo Estado em dezembro de 2014, diversos pacientes ingressaram com ação individual a fim de receber o tratamento. Segundo informações prestadas pela ADO - Associação dos Diabéticos de Ourinhos, os pacientes que ingressaram com ações individuais estão conseguindo o medicamento, e que ao menos 12 pacientes já conseguiram medida liminar.


Segundo informou Julio, diante da negativa do fornecimento, teria oficializado o promotor Adelino Lorenzetti Neto, que ingressou com uma ação civil pública, apreciada em primeiro grau pelo Juiz Cristiano Barbosa Canezin, indeferiu a medida liminar, e em grau de recurso o Tribunal de Justiça deferiu a medida cautelar obrigando o Estado a fornecer a medicação aos pacientes. Estima-se que mais de 300 pessoas foram afetadas pela suspensão do fornecimento da medicação, não tendo a maioria delas condições financeiras de arcar com o tratamento.

Nenhum comentário

Regras para comentar

• Faça comentário em relação ao tema abordado na postagem.
• Não serão publicados comentários com erros de ortográficos e escritos EM CAIXA ALTA.
• Não serão publicados comentários com propagandas e spans.
• Não serão publicados comentários obscenos, ilegais e ofensivos.

A Equipe do Jornal Tribuna de Ouro agradece sua colaboração.

Contato: tribunadeouro@gmail.com

Tecnologia do Blogger.